{Resenha} Geekerela



Título: Geekerela
Autor: Ashley Poston
Editora: Intrínseca
Tradução: Rayssa Galvão
ISBN: 9788551002148
Número de Páginas: 384
Ano: 2017
Classificação: 

Quando Elle Wittimer, nerd de carteirinha, descobre que sua série favorita vai ganhar uma refilmagem hollywoodiana, ela fica dividida. Antes de seu pai morrer, ele transmitiu à filha sua paixão pelo clássico de ficção científica, e agora ela não quer que suas lembranças sejam arruinadas por astros pop e fãs que nunca tinham ouvido falar da série. Mas a produção do filme anunciou um concurso de cosplay numa famosa convenção valendo um convite para um baile com o ator principal, e Elle não consegue resistir. Na Abóbora Mágica, o food truck vegano onde trabalha, ela encontra a ajuda de uma amiga cheia de talentos para moda que vai criar o traje perfeito para a ocasião. Afinal, o concurso é a chance de Elle se livrar das tarefas domésticas impostas pela terrível madrasta e das irmãs postiças malvadas.
Já Darien Freeman, o astro adolescente escalado para ser o protagonista do filme, não está nada ansioso para o evento, embora o papel seja seu grande sonho. Visto como só mais um rostinho bonito, o próprio Darien também está começando a achar que se tornou uma farsa. Até que, no baile, ele conhece uma menina que vai provar o contrário.

Fazer uma releitura inédita, respeitando a essência do original, é um tanto complicado hoje, principalmente quando se trata de contos de fadas, já que existem várias obras baseadas nos contos que conhecemos e que tivemos bastante contato, porém, ainda é possível. Ashley Poston nos mostrou isso em Geekerela, com direito a várias referências nerds/geeks e um enredo bem divertido.

Geekrela é uma releitura moderna da Cinderela, então a base da história vocês já devem conhecer. Nossa gata borralheira é Elle, de Danielle, que, após a morte de seu pai, passou a morar com sua madrasta e suas irmãs gêmeas postiças. A vida de Elle se resume a fazer as tarefas de casa, obedecer sua madastra, escutar as provocações de suas irmãs, assistir sua série favorita, Starfield, escrever sobre ela em seu blog e trabalhar na Abóbora Mágica, um foodtruck de comida vegana. Uma vida um tanto sem graça, porém, uma preocupação atinge Elle quando é anunciado que um filme remake de Starfield seria feito, pois as chances de estragarem a sua série favorita tão grandes, ainda mais por colocarem um astro teen, Darien Freeman, no papel principal (e favorito) da garota, fazendo Elle escrever um post criticando o ator em seu blog, que recebe um grande número de visualizões.

A produção do remake anuncia que, para promover o filme, terá um concurso de cosplay na ExcelsiCon, evento criado pelo pai de Elle quando vivo, valendo passagens para Los Angeles e um encontro com Darien. Elle, ao saber disso, não resiste, pois vê esperança de um futuro diferente em Los Angeles, deixar sua madrasta e as gêmeas para trás e começar uma nova vida.

Por outro lado, temos Darien Freeman que está inseguro quanto ao papel. Ele tem apenas 18 anos e e apenas um trabalho de sucesso, uma série adolescente estilo The O.C. Darien também é fã de Starfield e, quando surgem comentários, principalmente o escrito em um blog (o de Elle), de que ele é apenas um ator da moda e um rosto bonito, a insegurança o atinge, o levando a pensar se ele interpretaria o papel principal de uma forma digna, agradando aos fãs. Essa insegurança faz com que o garoto não fique nem um pouco ansioso para a ExcelsiCon.

Buscando uma forma de cancelar sua participação no evento, o garoto acaba fazendo uma amizade com Elle, mas sem a consciência disso, pois nenhum dos dois sabem informações sobre o outro, são "estranhos" trocando mensagens pelo celular. Elle, que não gosta muito de Darien Freeman por conta do remake, e Darien que ficou preocupado e inseguro com o texto que Elle fez em seu blog, unidos pelo amor por Starfield. Esse contato anônimo entre eles é essencial para que algumas atitudes sejam tomadas, influenciando no crescimento dos personagens.

Ashley Poston nos presenteia com essa releitura contemporânea de Cinderela. O livro é dividido entre capítulos intercalados sob o ponto de vista de Elle e Darien, tornando o enredo ainda mais interesse e diferente, pois acabamos sabendo os dois lados da história e conhecemos ainda mais os personagens, um ponto que eu, particularmente, mais gosto em livros, pois permite um aprofundamento maior, ainda mais se tratando de uma releitura (no original a gente só conhece um pouco mais da Cinderela).

Quem é geek, faz ou fez parte de algum fandom ou é ao menos apaixonado pela cultura nerd/geek, Geekerela é uma leitura obrigatória. Ashley coloca os sentimentos de qualquer fã, as inseguranças de ter um remake sendo feito, a preocupação com atores escalados, além de diversas referências da cultura pop, como Harry Potter, Star Wars, Star Trek, Doctor Who, League Of Legends e mais outras. Esses foram um dos pontos altos dessa releitura de Ashley, o que, acredito eu, foi responsável por deixar a história ainda mais contemporânea e próxima dos leitores.

A edição da Intrínseca está impecável, como sempre. A capa e a contra capa se completam, uma contendo a personagem Elle, o food truck e sua amiga e Darien com seu trailer, vestido como o personagem do remake de Starfield, além das orelhas, que também possuem alguns personagens do enredo, como as gêmeas, a madrasta, os fãs... É algo impecável. A diagramação, assim como a tradução e a revisão completam o ótimo trabalho da edição, tornando o visual e qualidade dela ótimos. É um ótimo livro para se ter na estante.

Geekerela foi um total surpresa para mim, pois estava esperando outro tipo de história, já que não tinha lido muito sobre antes de solicitar o livro, se tornando um dos meus livros favoritos. É um young adult capaz de cativas vários leitores, sejam aqueles fãs de contos de fadas, os geeks, fãs de cultura pop ou até mesmo aquele leitor que apenas uma leitura leve e divertida. Eu leria facilmente outros livros de Ashley no mesmo estilo.

11 comentários :

  1. Ja estava de olho nesse livro , agora estou com dois 😀

    Tem tudo para ser uma otima leitura .

    Beijos

    Meu mundinho quase perfeito

    ResponderExcluir
  2. Eu já quero esse livro desde que vi a capa. E amo todos os livros de adaptações de princesas. Agora depois da resenha ele subiu no topo da lista ra

    Beijos

    ResponderExcluir
  3. Realmente é muito difícil fazer uma releitura digna, mas que bom que o livro te cativou, vi que o hype pra ele era grande <3

    ResponderExcluir
  4. Amei sua resenha, Lucas..
    E tenho certeza que vou amar o livro tb...
    Já vi muito esse livro nos blogs e livrarias, mas nunca me interessei, nem sabia do que se tratava... Mas agora, conhecendo a premissa, fiquei super interessada..
    Excelente indicação =]

    ResponderExcluir
  5. Fiquei com o pé atrás quando vi a capa e o título, e por isso não procurei muito sobre ele, achei que seria mais um livro bobinho de adolescente querendo ser quem não é. Mas a sua resenha me surpreendeu, assim como você diz que o livro fez com você, fiquei realmente curiosa com a leitura depois de lê-lo.
    Beijos

    ResponderExcluir
  6. Acho a capa desse livro a coisa mais linda do mundo! Antes eu não tinha curiosidade, mas estou vendo tantos elogios que minha curiosidade está falando mais alto. Eu amo recontos e apesar de ter vários no mercado, cada um é diferente. Adorei a resenha!

    ResponderExcluir
  7. Já estava curiosa para ler sobre esse livro e agora depois da sua resenha, fiquei totalmente apaixonada... É certo que irei adquirir ele...

    ResponderExcluir
  8. Oi, Lucas!
    Você acredita que eu estou louca pra comprar esse livro? Ainda não deu por causa do dinheiro que tá difícil aparecer (rsrsrs), mas assim que eu puder quero ter na minha estante. Eu achei a história super inspirada, apesar da base vir da história da Cinderela, mas a adaptação deixa a história com um formato incrível, enfim, estou sonhando com o livro! Ótima resenha, me deu mais vontade de ler! Abraços,
    Drica.

    ResponderExcluir
  9. Gostei de conhecer um pouco mais sobre o título através de sua resenha, mas não curto muito YA...
    Vou deixar passar essa dica hoje... rs

    Beijinhos

    #Ana Souza
    https://literakaos.wordpress.com/

    ResponderExcluir
  10. Olá! Que legal que você gostou da leitura. Também fiquei curiosa e vou anotar a indicação. Tendo oportunidade, estarei lendo também. Ótima resenha, bjo

    ResponderExcluir
  11. Oii
    O livro já esta na minha lista desde antes do lançamento, mas eu sabia pouco sobre ele até agora. Adorei sua resenha, sem contar muito mas dando dicas do que acontece, me deixou ainda mais curiosa. Vou ter que passar ele na frente da minha lista de compras.

    Vícios e Literatura

    ResponderExcluir